DynaMesh®

Tailored Implants made of PVDF

DynaMesh®-PR2 soft
DynaMesh®-PR2 visible

Para o tratamento cirúrgico da retocele

Dimensões de tela minimizadas para o reparo anterior transvaginal com tela.
Retração significativamente menor da tela devido à redução da reação de corpo estranho [20].


Reparo posterior com tela

DM-PR2-posterior-rectocele

Instrumentos correspondentes


DynaMesh®-PR2 soft
DynaMesh®-PR2 visible

Programa de fornecimento
pr2A-v

DynaMesh®-PR2 soft 1A (1)
07 cm x 04 cm PV510636F1 Unit = 1 EA / BX

pr2B-v

DynaMesh®-PR2 soft 1B (1)
10 cm x 04 cm PV511004F1 Unit = 1 EA / BX
DynaMesh®-PR2 visible 1B (2)
10 cm x 04 cm PV711004F1 Unit = 1 EA / BX
DynaMesh®-PR2 soft 2B (1)
10 cm x 06 cm PV511006F1 Unit = 1 EA / BX
Aplicação e propriedades
Produto DynaMesh®-PR2 soft (1)

DynaMesh®-PR2 visible (2)

Área de aplicação retocele
Método cirúrgico transvaginal / posterior
Fixação da porção central da tela sutura
Ótimo manuseio
gruene_punkte
Ótima segurança para o paciente
gruene_punkte
Ótimo conforto para o paciente
gruene_punkte
Bordas atraumáticas
gruene_punkte
Dimensão minimizada da tela
gruene_punkte
Estabilidade dimensional
gruene_punkte
Elasticidade definida
gruene_punkte
Tecnologia visible
gruene_punkte (2) / graue_punkte (1)

gruene_punkte aplica-se a todos os tamanhos do produto
gaue_punkte não se aplica

Dados técnicos
Produto DynaMesh®-PR2 soft (1)

DynaMesh®-PR2 visible (2)

Polímero (monofilamento) PVDF
Excelente biocompatibilidade
gruene_punkte
Reação de corpo estranho mínima
gruene_punkte
Aderência bacteriana reduzida
gruene_punkte
Alta resistência ao envelhecimento
gruene_punkte
Dinamometria ideal
gruene_punkte
Superfície reativa (a) [m²/m²] * 1,9
Máxima estabilidade (b) [N/cm] 58
Distensão (b) a 16 N/cm [%] 13
Porosidade têxtil (c) [%] * 71
Porosidade eficaz (c) [%]] * 68
Porosidade eficaz a 2,5 N/cm(c) [%] * 68
Classificação (d) 1a

gruene_punkte aplica-se a todos os tamanhos do produto

Legendas relativas aos dados técnicos

* porção central da tela
(a) Relação entre a superfície reativa do implante (superfície do fio) e a área do implante
(b) Determinado pelo teste de tração pelo método da tira
(c) Método segundo Mühl [6]
(d) Classificação segundo Klinge [8]