DynaMesh®

Tailored Implants made of PVDF

Porosidade eficaz

Comportamento de incorporação ideal

Durante a incorporação, os filamentos são envolvidos por um granuloma interno e um externo. Se a distância entre os filamentos for pequena demais, há o risco de o espaço intermediário ser preenchido completamente por tecido cicatricial (poros fechados), dando origem a placas cicatriciais que causam extremo desconforto aos pacientes. Poros suficientemente grandes podem evitar esse problema.

Como prevenir?
Os implantes de PP devem ter um diâmetro de poro de, no mínimo, 1 mm em todas as direções, inclusive sob carga (!), para que os poros permaneçam abertos (para o PVDF, 0,6 mm já é suficiente devido à espessura de granuloma menos pronunciada). Só assim o tecido fisiológico autóctone poderá se formar através do poro [6,8].

Cirurgia visceral

As malhas DynaMesh® oferecem essa condição graças à perfeita geometria dos poros e a uma porosidade* altamente eficaz de até 69 % obtida através desta.

porositaet-visceral-grafik-br


Cirurgia do assoalho pélvico

As malhas DynaMesh® oferecem essa condição graças à perfeita geometria dos poros e a uma porosidade* altamente eficaz de até 70 % obtida através desta.

porositaet-pelvic-grafik-br


A porosidade têxtil refere-se à parte permeável de uma tela antes da reação do corpo ao implante.

*A porosidade eficaz refere-se à parte permeável de uma tela depois da reação do corpo ao implante.

Regra geral:
Um poro com um diâmetro inferior a 1 mm será fechado com tecido cicatricial pelo organismo = 0 % de porosidade eficaz